Promessas

26 nov

Por que será que não consigo cumprir minhas promessas?

Penso que prometer algo a si mesmo é coisa séria!

Prometi por exemplo que ia dormir cedo, mas, não consigo,

Prometi que ia correr pela manhã, e só de pensar fico cansado,

Prometi virar a pagina e não pensar em você, mas, a cada passo lá estou,

Há! Como é leviano meu coração!

Há!Como é boba minha ilusão!

Há! Mas, como é bom ter esperança no amanhã!

Há! Ter fé no hoje!

E sonhar sem se cansar!

Planejar sonhos de papel,

Deixa-los flutuar ao sabor do vento,

E mesmo os vendo serem destruídos pelos ventos da vida,

Voltar ao começo , para  reconstruí-los mais fortes e mais bonitos!

Talvez seja isso mesmo?!

Fazer promessas a si mesmo e obrigar-se a cumpri-las, talvez seja como criar muros,

Fechar-se as diversas possibilidades que a vida oferece,

Desistir de vários sonhos!

Portanto, quero pontes, miríades de pontes, mesmo que não levem a lugar algum!

Quero ter e dar a oportunidade do eterno recomeço!

E se não der?!

A vida é assim mesmo!

A gente levanta, sacode a poeira da à volta por cima!

Afinal construí pontes e não muros!

De maneira que um corredor mais estreito ou uma travessa mais sombria, não são o fim de tudo!

É apenas um outro lado da vida!

E no fim das contas, às vezes é tão bom quebrar uma regra e ver a vida de verdade!

O maior pecado a se cometer é ser rigoroso demais consigo mesmo e com os outros!

Perdoar-se e perdoar faz tão bem a alma, quanto quebrar algumas promessas!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s