Nerd Brasileiro

21 fev

Vez por outra falo sobre do assunto Nerd , que segundo alguns está se tornando moda. E como toda moda populariza muita besteira. Besteiras do tipo todo nerd usa camisa  com motivos ditos “cabeça”, do tipo alguma coisa que lembre computadores e softwares,  personagens de série de televisão, desenhos animados, etc. Penso que todo esse modismo é muito complicado e vem de reboque com a necessidade que muitas empresas internacionais têm de despejar seus produtos em terras tupiniquins! Pois, com a criação de uma moda, cria-se também um grupo consumidor, e não é qualquer grupo, já que os produtos direcionados a este grupo são em geral de alta tecnologia, até certo ponto exclusivos e caros. O que anima muita gente a investir neste nicho, bem como entrar na moda, uma vez, que existe por aí muita gente apenas querendo se distinguir de seus pares, e irá lançar mão deste recurso sem se dar conta do que é ser um nerd de fato! Ou seja, daqui algum tempo vai ter uma porção de gente tentando imitar o comportamento, bem como a “atitude” deste grupo sem saber fazer a “letra O com o fundo de uma garrafa”, em outras palavras, a fulana vai dizer sou do tipo nerd , coisa e tal , aí você vai começar a entrar em um assunto do tipo “Qual o ultimo livro que você leu?” , vai ser uma sorte se ela responder que leu pelo menos um romance da “Júlia” ou da “Danielle Stell” , na verdade a resposta pode ser “Ai! Ler é muito chato! Não gosto de ler!” ou coisas do tipo.

Aliás! Já me peguei refletindo sobre esse papo de ser nerd no Brasil, um país que valoriza muito pouco a cultura e o conhecimento e muito mais o consumo e a ostentação, portanto, deste ponto de vista ser nerd ou geek depende não apenas de um estado de espírito ou de uma condição mental, mas, também financeira para consumir os produtos necessários a este estilo de vida, bem como um ambiente social que de certo modo estimule seu desenvolvimento e o aprove, coisas não muito comuns no nosso país que tem sempre uma tendência a sub-aproveitar as boas cabeças que existem por aqui, atributo que de fato distingue o nerd dos demais. Basta lembrar que este individuo, de um modo geral ainda é visto como um párea ou maluco por muita gente, e é até evitado , os resultados de suas realizações são geralmente vistos como coisa de “Professor Pardal”, isto é, coisa de desocupado excêntrico que não tem o que fazer e fica bolando esquisitices na garagem de casa. Ora! Fosse no Brasil o Bill Gates e sua gangue estariam fritos , com aquele seu aparelhinho sem-vergonha feito nos fundos de casa, e nós certamente demoraríamos muito mais tempo para ter em nossos lares os computadores e todos os híbridos de que hoje dispomos!
Ser nerd não é apenas consumir tralhas tecnológicas, mas, de algum modo também produzi-las, coisa que não é muito comum em nosso país, que não possui nem mesmo gente disposta em investir nesse tipo de talento, e nem a proporcionar condições para que este se desenvolva sem falar que self made man(o homem que se fez por conta própria) no Brasil é piada , já que aqui o que faz um homem grande é o seu QI (quem indica) não aquele tão valorizado pelos nerds , o que faz com que muitos idiotas tenham acesso a postos que poderiam ser ocupados por indivíduos , mais, capacitados. Alguns dirão “Poxa! Que cara mais sem graça e pessimista!”, mas, infelizmente a realidade por enquanto é essa! Isto, sem refletir sobre a questão da formação da base de conhecimento feita nas escolas, não que a escola não propicie espaço para isso. Muito pelo contrário, existem muitos profissionais trabalhando no sentido de estimular os alunos a desenvolverem o máximo de suas habilidades, mesmo com recursos limitados. Este trabalho acaba se perdendo devido a realidade adversa que se encontra além dos muros e das salas de aula. Muitos alunos talentosos são forçados pelas condições sociais e econômicas a deixar de lado os sonhos e o seu talento em nome da sobrevivência, o que impede, em muito, o desenvolvimento de muitos bons estudantes de grande potencial, de maneira que o protótipo de Nerd , aqui entendido como sujeito de altas capacidades, reflete mais os indivíduos de boa condição social e econômica, que por causa destas tem um maior acesso ao capital cultural existente! Não que o sujeito de origem humilde, não possa chegar lá, mas, certamente o caminho inevitavelmente será bem maior, bem como as dificuldades de acesso a este capital cultural. Por outro lado ser nerd não é acesso ao capital financeiro e consequentemente maior capital cultural ,pois, ser inteligente não depende unicamente de dinheiro ,mas, da capacidade intelectual do indivíduo. Em resumo esta moda nerd , acaba sendo como todas as outras vazia, desprovida de sentido e deixa de lado discussões de fato importantes referentes ao assunto, sendo algumas delas:
*Nerd não é estilo de roupa e de consumo;
*O conhecimento e o acesso a ele são questões de modo geral postas de lado;
*Os “nerds” aqui são antes de tudo mais consumidores que produtores;
*Reproduzem estereótipos e modelos tecnológicos existentes.
Sei que as criticas são fortes e podem não agradar muita gente e  até certo ponto talvez  injustas, mas, penso que valem a pena para se refletir até que ponto este ideal ou idéia de indivíduo inteligente (nerd) é real para o Brasil.

3 Respostas to “Nerd Brasileiro”

  1. Mirilaine setembro 25, 2010 às 11:06 am #

    Quando se fala em nerd já se pensa no Peter Parker, no Clark Kent, mas tem muitos por aí só q estão camuflados porque nessas terras tupiniquins , ser interessado, inteligente e de bem consigo é coisa “mal” vista , principalmente pela sociedade consumista e vazia. mas o bom da coisa, é q eles nos dão estímulos e nos animam no dia a dia, pois quem trabalha na educação, senão fosse essas santas criaturas, já teria chutado o balde.

    • professorhb setembro 25, 2010 às 12:27 pm #

      Nem me fale! 🙂

Trackbacks/Pingbacks

  1. Considerações sobre Comunicação e Linguagem « Almanaque - janeiro 18, 2010

    […] (Ver também “Nerd Brasileiro”)¹ […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s