Mortos Vivos , Vivos Mortos

5 fev

Se as pessoas refletissem exteriormente o que são por dentro , haveria muita gente estranha caminhando por aí.

Hoje veio a mim a realidade travestida de pesadelo!

Caminhavam pelas ruas,

Esgueiravam-se pelos cantos!

Apesar de terem sua figura, como a semelhante a de homem..

Não o eram!

Sua imagem era como a de pessoas de tempos idos

Fantasmas…

Vagavam,por todos os lados

Não tinham descanso e não davam descanso a ninguém

Perturbados e atormentados…

Perturbavam e atormentavam…

Todos quanto pudessem alcançar

Prostravam-se no caminho dos passantes

Diziam loucuras, sandices , horrores e riam

Riam! Há! Como riam…

Estavam cingidos pela armadura da obscuridade

Tinham como lança a ignorância e como escudo a falácia!

Inveja e ódio eram seus companheiros!

Sua função :

Fazer do próximo um igual!

Mesquinho,

Covarde,

Injusto,

Vil!

Nada os satisfaz !

Seu apetite é voraz!

É aguçado pelo cheiro da juventude,

Da determinação,

Da coragem,

Da indignação alheia!

Agrupando-se em bandos!

Unindo-se em sua vilania, tal grupo prosperá.

Prosperá , por que existe o fraco,

O tímido!

O amigo do mundo, que a todos quer satisfazer, tão ansioso está por aprovação!

E quando menos esperar…

Será mais um morto vivo que vaga!

Esgueirando-se pela vida,

Esperando alguém com quem possa dividir seu amargor,

Sua infelicidade,

Sua desesperança!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s