Mortos Vivos , Vivos Mortos

5 fev

Se as pessoas refletissem exteriormente o que são por dentro , haveria muita gente estranha caminhando por aí.

Hoje veio a mim a realidade travestida de pesadelo!

Caminhavam pelas ruas,

Esgueiravam-se pelos cantos!

Apesar de terem sua figura, como a semelhante a de homem..

Não o eram!

Sua imagem era como a de pessoas de tempos idos

Fantasmas…

Vagavam,por todos os lados

Não tinham descanso e não davam descanso a ninguém

Perturbados e atormentados…

Perturbavam e atormentavam…

Todos quanto pudessem alcançar

Prostravam-se no caminho dos passantes

Diziam loucuras, sandices , horrores e riam

Riam! Há! Como riam…

Estavam cingidos pela armadura da obscuridade

Tinham como lança a ignorância e como escudo a falácia!

Inveja e ódio eram seus companheiros!

Sua função :

Fazer do próximo um igual!

Mesquinho,

Covarde,

Injusto,

Vil!

Nada os satisfaz !

Seu apetite é voraz!

É aguçado pelo cheiro da juventude,

Da determinação,

Da coragem,

Da indignação alheia!

Agrupando-se em bandos!

Unindo-se em sua vilania, tal grupo prosperá.

Prosperá , por que existe o fraco,

O tímido!

O amigo do mundo, que a todos quer satisfazer, tão ansioso está por aprovação!

E quando menos esperar…

Será mais um morto vivo que vaga!

Esgueirando-se pela vida,

Esperando alguém com quem possa dividir seu amargor,

Sua infelicidade,

Sua desesperança!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s