Ver e Enxergar

29 ago

Ainda, esta semana uma, pessoa fez um comentário , quando falava deste Blogue e mostrava-o a um colega, proferindo a seguinte indagação , com um ar meio esquisito: “Aonde você arruma tempo , para achar estas imagens e escrever, esta coisa?”

Simplesmente respondi que para mim era algo normal.

O bem da verdade , não quis ser rude , com minha colega de maneira que disse isto e continuei minha exposição sem mais discussões.

O fato, penso eu, é que as pessoas não entendem que a beleza , a música , a poesia, a crítica, a arte , a crônica, entre tantas coisas da vida, são coisas simples e que se acham ao alcance das pessoas que estiverem dispostas a vê-las. Se dão tão gratuitamente e tão livremente , quanto o brilho do sol, a beleza da flor e como o fruto que amadurece, está ao alcance de quem o queira colher. Porém, este não se dará se não houver o desejo , a vontade e nem tão pouco a sensibilidade, para enxergá-lo e então desenvolver o movimento e o esforço, ainda que pequeno, para alcançá-lo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s